O deputado federal Ricardo Guidi quer que o PSD amplie a discussão interna sobre quem vai ser o candidato a governador pelo partido em 2022. No quadro Plenário, na Rádio Som Maior, ele respondeu minha pergunta sobre qual deve ser o rumo do partido no próximo ano diante da profusão de pré-candidatos que se movimentam para concorrer pela legenda. O parlamentar, que disputará a reeleição, diz que mais importante que os nomes é definir o perfil do escolhido.

– A gente tem nomes qualificados para disputar a eleição no próximo ano e o PSD assim o fará, tenho certeza, pela qualidade dos seus quadros. Agora, essa candidatura não pode ser decidida por meia-dúzia de lideranças. A gente vai ter que fazer uma análise muito criteriosa do que a população espera, que perfil de governador a população espera. A gente tem nomes qualificados em todos os sentidos – afirma.

Guidi elencou e elogiou as opções pessedistas no tabuleiro político:

– O ex-governador Raimundo Colombo governou nosso Estado por dois mandato e fomos referência em todo o país. Até hoje é muito lembrado em Brasília pelas lideranças políticas nacionais. Temos o ex-prefeito Napoleão Bernardes, uma jovem liderança, mas com experiência administrativa muito forte, prefeito reeleito de Blumenau, eleito pela primeira vez com 28 anos. Temos também o atual prefeito de Chapecó, João Rodrigues. Uma liderança reconhecida em todo o Estado, com muita força popular. O próprio presidente estadual do partido, Milton Hobus, ex-prefeito de Rio do Sul, também com mandatos marcantes, uma liderança empresarial muito forte do Vale do Itajaí – afirmou.

O deputado federal minimizou o apoio que o partido tem dado para estabilizar a base política do governador Carlos Moisés (PSL) na Assembleia Legislativa.

– O PSD tem dado um apoio na governabilidade porque Santa Catarina precisa disso, precisa voltar a ser visto pelo nosso país como um Estado bem administrado, diferenciado.

Ouça a fala de Ricardo Guidi na Som Maior:


Sobre a foto em destaque:

O deputado federal Ricardo Guidi, que será candidato à reeleição, quer que o PSD amplie a discussão interna sobre quem será o candidato a governador do partido em 2022. Foto: Página de Ricardo Guidi no Facebook, sem indicação de autoria.