Candidata a prefeita de Criciúma nas eleições do ano passado pelo PL, Júlia Zanatta esteve com o presidente Jair Bolsonaro no domingo e na segunda-feira. Bolsonarista de carteirinha, ela ouviu do presidente a sugestão para que deixe o PL e migre para o Patriota – partido em que já está o senador Flávio Bolsonaro e que deve ser a guarida também do presidente para a reeleição.

Júlia ficou em terceiro lugar na disputa pela prefeitura e como diversos bolsonaristas foi acolhida no PL do senador Jorginho Mello nas eleições municipais. Ela pretende concorrer a deputada federal em 2022. Divide a região com outro nome bolsonarista, o deputado federal Daniel Freitas (PSL).

Ainda está indefinido quem comandará o Patriota em Santa Catarina após a provável filiação de Bolsonaro, mas certamente será alguém de confiança da família. No Estado, o senador Jorginho Mello (PL) se movimenta para emplacar Filipe Mello no comando do partido. No projeto de casar as forças bolsonaristas nas eleições para presidente e governador, ele quer PL, Patriota e o PTB de Kennedy Nunes agindo em bloco.

Mas, aparentemente, Bolsonaro quer os mais próximos dele atrás do mesmo número.


Sobre a foto em destaque:

Júlia Zanatta encontrou Jair Bolsonaro e ouviu a recomendação clara de que se filie ao Patriota. Foto: Divulgação